Home / Artigo / Dicas para poupar combustível
Dicas para poupar combustível
27 Julho, 2018

De acordo com a Comissão Europeia, os preços dos combustíveis em Portugal são dos mais caros da União Europeia. E, mesmo considerando que mais de metade do preço dos combustíveis portugueses se deve a taxas e impostos, se analisarmos o custo médio por litro de combustível, Portugal continua acima da média no bloco europeu, tendo a terceira gasolina mais cara livre de impostos. Por isso, reduzir a fatura não depende apenas do governo, depende também de si. Saiba como.

Antes de abastecer
Poupar no combustível começa antes de colocar o pé no acelerador – inicia-se mesmo antes de abrir a porta do carro. Há várias aplicações móveis gratuitas que comparam os preços dos postos de abastecimento para que possa escolher o local mais próximo e barato para encher o depósito. Sim, leu bem: encher – quanto menos ar houver dentro do depósito, menor é a probabilidade que o combustível evapore. Desta forma, diminui também o número de deslocações. No mínimo, quando for abastecer certifique-se que o tanque sai do posto com mais combustível do que ar. De preferência faça-o de manhã ou à noite, assim paga menos por mais: quando a temperatura é mais baixa, o combustível ocupa menos volume.

Durante a condução
Arranque sem usar o acelerador 

Ao iniciar o veículo em descidas e se este o permitir – nos carros a gasóleo é mais fácil do que a gasolina –, pode optar por deixá-lo avançar um pouco e engatar logo a segunda marcha. Desta forma, pode evitar gastar até cerca de 90 litros de combustível por cada 100 quilómetros.

Evite o chamado “para-arranca” 
Procure conduzir a uma velocidade reduzida em vez de estar sempre a acelerar para acompanhar o veículo da frente, especialmente quando está em filas de trânsito. Se mantiver uma distância de segurança razoável, consegue evitar perdas desnecessárias de combustível sempre que tem de arrancar. Uma condução suave a uma velocidade estável, sem acelerações bruscas ou travagens repentinas, pode ajudá-lo a poupar até 35% de combustível em percursos urbanos.

Reduza a velocidade
Um condutor eficiente é um alguém que conduz de forma suave. Quanto maior a velocidade, maior o esforço que o veículo tem de fazer para expulsar o ar do caminho. Tente manter uma velocidade constante. Se o carro tiver cruise control, ative a opção quando estiver em autoestrada. Um aumento da velocidade de cruzeiro pode levar a um aumento de 40% do consumo, de acordo com o Instituto de Mobilidade e Transportes.

Desligue o carro sempre que estiver parado
A ideia de que se gasta mais combustível a ligar o carro do que ao deixá-lo ligado está ultrapassada. Os automóveis atuais gastam muito menos combustível ao “dar à chave” quando o veículo já está aquecido. Assim, estar cinco minutos parado gasta tanta gasolina ou gasóleo como percorrer quatro quilómetros, isto de acordo com a CNN, que cita o departamento de energia da Califórnia. Opte também por usar o sistema de start and stop nos veículos mais recentes – pode poupar-lhe até 15% do combustível.

Verifique a pressão dos pneus
Pneus vazios criam mais atrito e aumentam o gasto de combustível até 6%.

Reduza a carga 
Já sabemos que, quanto mais leve o carro, menos combustível consome. Por cada 50 quilos o consumo pode aumentar até 3% dentro da cidade. Isto não significa que deve deixar os seus amigos ou familiares fora do carro, mas faça o possível para se livrar de toda a carga desnecessária – inclusive as barras de tejadilho quando não as estiver a utilizar.

Tenha a manutenção em dia
A manutenção regular do veículo resulta num consumo substancialmente menor de combustível, além de lhe permitir produzir menos 50% de emissões poluentes.

Verdades e mitos
Ligar ou desligar o ar condicionado?
É verdade que o ar condicionado consome combustível – quando o ativa exige mais energia ao motor. No trânsito, pode chegar a representar 20% do combustível gasto, segundo o IMT. A velocidades mais baixas, optar por baixar os vidros ao invés de ativar o sistema de refrigeração ajuda-o a poupar cerca de 3% na fatura do combustível. Mas sabia que conduzir com as janelas abertas, a partir de uma certa velocidade, gasta mais combustível do que ligar o ar condicionado? Acima dos 80 km/h o atrito causado pelo ar cria resistência, que aumenta o gasto de combustível. Neste caso, o ar condicionado é uma melhor opção. O que não significa que desligá-lo por completo não se mantenha, ainda assim, como uma das dicas mais valiosas para poupar.

Conduzir em ponto morto?
O ponto morto é um daqueles truques antigos que já estão ultrapassados. Na verdade, retirar o pé do acelerador com a mudança engatada não gasta combustível. Os veículos mais recentes detetam quando o motor está acima das 1100 rotações e tirou o pé do acelerador, assim, passa a gastar zero sempre que estiver em descidas ou terrenos planos e seguir estas instruções.

Ao estacionar
Quantas vezes já lhe disseram para estacionar no primeiro lugar que encontrar e não perder tempo a andar às voltas? Claro que esta é uma dica importante, mas deve também certificar-se que o depósito do seu carro fica à sombra – quanto mais quente estiver o veículo, mais provável é a evaporação do combustível. E se o terreno não for inclinado, ainda pode poupar mais combustível se usar apenas a embraiagem nas manobras de estacionamento.

A poupança torna-se muito mais fácil e imediata se conseguir medir em tempo real quanto está a gastar. Alguns veículos já têm essa opção, com a funcionalidade de consumo instantâneo. E será que já conhece o WLTP (Worldwide Harmonized Light Vehicles Test Procedure), o novo procedimento de testes de emissões poluentes que permite obter uma informação mais fidedigna sobre os consumos de cada veículo? Saiba tudo no e-book que preparámos aqui.

Tags: 
Automóvel
Combustível
Dicas
Poupar
Tendências
Viagens

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel