Home / Artigo / Bruxelas pressionada a impor limitadores de velocidade nos automóveis
Bruxelas pressionada a impor limitadores de velocidade nos automóveis
18 Abr, 2019

Declaração de guerra à sinistralidade rodoviária. Sem meias medidas, a Comissão Europeia aprovou diretrizes que criam um novo padrão de segurança para os automóveis à venda a partir de 2022. Ao todo são 15 os melhoramentos, com destaque para um sistema inteligente de limitação de velocidade.

A medida, que aguarda ainda aprovação final no Parlamento Europeu, tem como objetivo diminuir os acidentes causados por erros humanos e aumentar a segurança de motoristas, passageiros, peões e ciclistas.

Além do limitador de velocidade, outras das propostas de Bruxelas para os automóveis novos vendidos a partir de 2022 na Europa são câmaras para monitorizar as condições do condutor, sistemas automáticos já presentes em alguns dos atuais modelos, como o indicador de mudança involuntária de faixa ou a câmara traseira e os sensores.

Até um Gravador de Dados de Eventos (EDR), ou seja, uma caixa negra semelhante às dos aviões que regista o que se passou em caso de um acidente, a Comissão Europeia quer tornar obrigatória.

Dados do Conselho Europeu de Transporte e Segurança indicam que 90% dos acidentes rodoviários são causados por erro humano. A Comissão Europeia espera que as medidas propostas contribuam para se salvarem mais de 25 mil vidas e se evitarem pelo menos 140 mil feridos graves até 2038.

A União Europeia pretende, até 2050, reduzir a zero o número de mortos e feridos graves nas estradas.

Tags: 
Limitador velocidade
Segurança
União Europeia

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Pin It on Pinterest