Home / Artigo / Como prolongar a vida da bateria do automóvel
Como prolongar a vida da bateria do automóvel
27 Jul, 2018

A bateria é um dos componentes mais importantes para o desempenho do seu automóvel. No entanto, para a manter em bom estado e aumentar o seu tempo de vida útil, é necessário que tenha alguns cuidados com o consumo de energia do veículo. Será que sabe quais?

Para que serve a bateria?

Do funcionamento da bateria depende não só o arranque do veículo, mas o funcionamento de uma série de componentes elétricos essenciais ao conforto dos passageiros e à eficiência na condução. Está a consumir energia – e, como tal, bateria – de cada vez que regula vidros, espelhos e bancos ou utiliza o rádio, as luzes, o ar condicionado, entre tantos outros acessórios que o seu automóvel pode ter.

Como funciona a bateria?

É um processo relativamente simples: o ácido sulfúrico junta-se às placas de chumbo e a pequena caixa de plástico que chamamos de bateria põe-nos o carro a andar. Em situações de temperaturas extremas, este processo químico pode falhar. Por exemplo, o frio dificulta a evaporação do combustível e deixa o óleo lubrificante mais grosso e viscoso, o que exige um maior esforço do motor e, lá está, um maior consumo de energia logo ao arranque.

A energia do motor é imprescindível para manter a bateria a funcionar em pleno. A boa notícia é que esta é recarregável com o simples funcionamento do motor. Esta recarga é feita através do alternador, que está ligado ao motor e atua como um gerador de eletricidade para a bateria, deixando-a atestada a cada viagem.

Como prolongar a vida útil da bateria?

Em média, a bateria de um automóvel tem uma vida útil que pode ir entre dois e quatro anos. Este período depende do modelo, mas também da utilização que se lhe dá no que respeita ao consumo de energia. Tome nota de algumas dicas para manter a sua bateria por mais tempo.

Faça um arranque limpo

Ao arrancar com o carro, opte por manter desligados todos os componentes elétricos, como as luzes ou o rádio. Deste modo, o esforço da bateria será menor.

Tire a chave da ignição

Pode parecer óbvio, mas a verdade é que por vezes o simples gesto de dar um clique a mais na chave é o suficiente para manter uma luz ligada, a consumir energia sem que se aperceba.

Opte por acessórios originais

Se decidir acrescentar acessórios não originais ao seu automóvel, como por exemplo um melhor sistema de som, a bateria pode deixar de ser potente o suficiente para dar conta do recado. Verifique sempre a compatibilidade e o consumo de energia de qualquer componente novo antes de o instalar no automóvel.

Acautele as ausências prolongadas

Se não utilizar o automóvel durante longos períodos de tempo – mais de 15 ou 20 dias –, é aconselhável que desligue a bateria, de modo a interromper qualquer processo de utilização de energia. É que, mesmo desligado, o veículo consome uma pequena porção de bateria. Acessórios como o relógio digital, o painel do carro ou o alarme nunca ficam verdadeiramente desligados a não ser que o cabo da bateria seja desconectado.

Reduza os confortos quando está parado

Pequenos confortos como rádio, GPS e carregadores de telemóveis são os que mais utilizamos sem ligar o motor. Especialmente quando estamos à espera de alguém, ficar parado sem música ou entretenimento pode ser difícil, mas é um facto que estes hábitos implicam um consumo extra de energia.

Reforce a atenção nos dias mais frios

No inverno é necessário ter uma atenção especial à bateria. A humidade e o ar frio significam geralmente um uso mais frequente de certos componentes elétricos, como os faróis (que têm de ser ligados mais cedo nos dias mais curtos ou nublados), o aquecimento dos bancos, o ar condicionado, o desembaciador de vidros, entre outros. Nestas alturas, deixe o carro trabalhar alguns segundos antes de arrancar. Está, desta forma, a dar uma oportunidade à bateria para recuperar do arranque do motor antes de lhe entregar as restantes tarefas.

Não descure a manutenção

Se é verdade que uma bateria tem um período de vida finito, também o é que, ao longo deste, a manutenção pode ser a chave para uma vida mais longa. Cada tipo de bateria tem as suas exigências, por isso recomenda-se a ida regular ao mecânico.

Por falar em energia, já conhece o novo procedimento de testes de emissões poluentes que permite obter uma informação mais fidedigna sobre os consumos de cada veículo? Chama-se WLTP (Worldwide Harmonized Light Vehicles Test Procedure) e preparámos um e-book para o ajudar a conhecê-lo melhor. Clique aqui para o ler.

Tags: 
Automóvel
Bateria
LeasePlan
Poupança
Prolongar
Sustentabilidade

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Pin It on Pinterest