Home / Artigo / França apoia indústria automóvel com 8000 milhões de euros
França apoia indústria automóvel com 8000 milhões de euros
02 Jun, 2020

Em França, devido à COVID-19, as vendas de automóveis novos abrandaram 72% em março e 89% em abril. O governo francês acabou de lançar um plano de apoio à indústria automóvel, muito focado nos incentivos à transição tecnológica para os elétricos.

As consequências da crise pandémica do Covid-19 estão a ter implicações graves no tecido industrial francês. Os sinais de alerta levaram Emannuel Macron a anunciar um plano de apoio à indústria automóvel, que ascende a 8000 milhões de euros. Entre as contrapartidas exigidas, destaque para a necessidade concentração no país da produção de automóveis elétricos.

Deste plano constam um aumento nos incentivos à compra de elétricos e ao abate de carros em fim de vida. O governo francês pretende que o país assuma um papel de liderança na massificação das tecnologias elétricas. Anunciou mesmo o objetivo de os fabricantes franceses alcançarem a barreira do milhão de elétricos e híbridos produzidos por ano até 2025.

Para isso, entre outras medidas, o presidente francês anunciou o aumento do apoio estatal à compra de automóveis elétricos de €6000 para €7000. Este incentivo beneficia os privados e apenas na compra de carros com preço até €45.000. Para os clientes empresariais, o apoio é de €5000. Também está previsto um estímulo de €2000 para todos os híbridos com tecnologia Plug-In com preços até €50.000 – e que percorram um mínimo de 50 km de forma totalmente elétrica. Este pacote está disponível desde ontem, dia 1 de junho, e até e 31 de dezembro. A ideia é acelerar a retoma do mercado, assim como a massificação da eletrificação automóvel.

Partilhar em:
Tags: 
Automóvel
COVID-19
França
indústria automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel