Home / Artigo / Mercado nacional com arranque em falso
Mercado nacional com arranque em falso
14 Fev, 2020

Falsa partida para o mercado português de automóveis ligeiros (veículos de passageiros e comerciais) novos. O mercado registou, em janeiro, uma quebra de 8,5% face a igual mês de 2019, para 17 018 unidades, avança a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Peugeot (-1,5%, para 2221 unidades), Renault (1603 matrículas, -20,1%) e Mercedes (1537 viaturas, +6,8%) foram, por esta ordem, as marcas mais vendidas no primeiro mês de 2020.

As maiores subidas do “top” dez aconteceram com Nissan (+20,6%), Seat (+9,3%) e Mercedes (+6,3%). Em sentido contrário, Opel (-26%), a já referida Renault e a Citroën (-12,4%) foram, entre as dez marcas mais vendidas do ranking revelado pela ACAP, as que tiveram desempenhos mais negativos face ao primeiro mês do ano passado.

No que diz respeito à análise por segmentos, em janeiro de 2019 o mercado de automóveis ligeiros de passageiros registou, em Portugal, um decréscimo de 8% face a igual mês do ano anterior, para 14 423 automóveis. O segmento de veículos comerciais ligeiros registou em janeiro um decréscimo de 11% face ao mês homólogo de 2018, tendo sido comercializados 2595 viaturas.

No que se refere ao mercado de veículos pesados (mercadorias e passageiros), houve um decréscimo de 7,6% no mês de janeiro, tendo sido vendidos 486 veículos desta categoria.

Partilhar em:
Tags: 
ACAP
Mercado automóvel
Venda automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel