Home / Artigo / Produção automóvel abrandou em abril
Produção automóvel abrandou em abril
27 Mai, 2020

A produção automóvel em Portugal sofreu, no mês de abril e devido ao covid-19, um forte abrandamento. Segundo a Associação Automóvel foram produzidos apenas 1238 veículos automóveis ligeiros e pesados, uma queda de 95,7% face a abril de 2019. Mas há mais dados a ter em conta.

Era fácil antever que os números da produção automóvel, no mês de abril, mostrassem um forte abrandamento. Como já havia acontecido em março, os efeitos da pandemia prolongaram-se e acabaram por ter impacto nos dados de abril. Olhando ao primeiro quadrimestre de 2020, registou-se um decréscimo de 36,3% em comparação com o período homólogo, correspondendo a 78 442 unidades fabricadas em 2020.

Comerciais mais penalizados

Por segmentos foram produzidos em abril 1232 ligeiros de passageiros (-94,8%), nenhum comercial ligeiro e seis veículos pesados (-98,5%). A maior fábrica nacional, a Volkswagen Autoeuropa, produziu 1232 viaturas em março (-94,3%), o que representa 99,5% de toda a produção nacional e 100% de todos os ligeiros de passageiros.

Exportação leva quase tudo

Quanto às exportações, 98,1% dos veículos fabricados em Portugal de janeiro a abril tiveram como destino o mercado externo. A Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional, com 97,5%. Alemanha (19,6%), França (16,9%), Itália (16,7%), Espanha (11,2%) e Reino Unido (9,9%) estão no topo do ranking, indica a ACAP.

Partilhar em:
Tags: 
ACAP
COVID-19
Produção
Produção Automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel