Home / Artigo / O seu carro pode usar gasolina E10?
O seu carro pode usar gasolina E10?
29 Abr, 2020

Desde o dia 12 de outubro de 2018 que os postos de abastecimento em vários países da Europa passaram a adoptar novos símbolos para todos os tipos de combustíveis. Um deles é o rótulo E10. Sabe o que se trata? 

Antes de mais, sabe o que é o E10? O E10 é um tipo de gasolina que contém 10% de etanol e 90% de gasolina. Consoante o teor de etanol, em percentagem, as gasolinas podem ser identificadas como E5, E10 e E85 (5%, 10% e 85%, respetivamente). O E5, por exemplo, é o tipo de gasolina mais utilizado em solo nacional. Mas nem todos os veículos estão preparados para receber o E10. Isto porque a fórmula com 10% de etanol pode provocar avarias num motor que não esteja preparado para o receber.

O etanol tem índices corrosivos, o que poderá atacar as borrachas e as linhas de combustível, ou até mesmo depósitos em metal, mais comuns em carros antigos. Outro problema, é o consumo do motor, que pode aumentar com a utilização deste combustível. Daí a importância de saber se o seu carro poderá receber a gasolina E10. Há 3 formas de o saber:

1. Verifique no interior da tampa do depósito de combustível

É o lugar onde os fabricantes de automóveis apresentam este tipo de informação e onde especificam as recomendações do tipo de combustível, a octanagem e outras precauções.

2. Veja o manual de instruções ou de manutenção

Em alguns casos, poderá acontecer que a tampa do depósito de combustível não disponha desta informação. Ou até que não seja suficientemente clara. Neste caso, recorra ao manual de instruções/manutenção do seu veículo. É aqui que todas as questões relacionadas com o carro estão explicadas. Tenha cuidado ao consultar a internet, já que um mesmo modelo de automóvel pode ter especificações diferentes consoante o país.

3. Contate o fabricante do seu carro

Se no manual de instruções ou na tampa do depósito não conseguir esclarecer as suas dúvidas, contate a marca. Isto pode acontecer sobretudo com carros anteriores ao ano 2000. Nessa época, o rótulo E10 não era tão comum, pelo que podem existir motores que suportem este combustível, embora não o refiram nos seus manuais de instruções ou tampas de combustível. Ao contatar o fabricante do carro, ou do motor, forneça o número do chassis/motor, e sobretudo, o ano de construção do automóvel.

Regra geral, grande parte dos motores pós-2000 são compatíveis com o E5 e o E10, mas até 2006, podem existir exceções.

Partilhar em:
Tags: 
carros antigos
combustíveis
Combustível
Gasolina

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel