Home / Artigo / Vendas portuguesas terminam 2018 na faixa de desaceleração
Vendas portuguesas terminam 2018 na faixa de desaceleração
17 Jan, 2019

O mercado português de automóveis ligeiros (veículos de passageiros e comerciais) aumentou 2,7% em 2018 face ao ano anterior, para um total de 267 596 unidades, apontam os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Desde setembro que as vendas começaram a abrandar, em boa parte em reflexo da passagem das homologações NEDC para WLTP – aliás, em dezembro, o mercado caiu 6,5% face a igual mês do ano anterior, ascendendo a um total de 20 217 veículos desta categoria.

Por marcas, a Renault segurou a liderança pelo 21.º ano consecutivo em 2018, seguindo-se Peugeot e Citroën. Fiat e Nissan foram as marcas que mais cresceram entre as do “top” dez nas contas do ano. Em sentido contrário, Volkswagen (- 25,1%) e BMW (- 5%) foram, entre as dez marcas mais vendidas, as que registaram os desempenhos menos animadores.

Por segmentos, as vendas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 228 290 unidades no ano que passou, mais 2,8% do que em 2017.

Nos comerciais ligeiros, as vendas acumuladas de 2018 no segmento foram de 39 306 veículos, o que representou um aumento de 2% em relação ao ano anterior.

Quanto aos veículos pesados (passageiros e mercadorias), as vendas situaram-se nas 5617 unidades, menos 2% face a 2017.

Tags: 
ACAP
Mercado

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Receba a nossa Newsletter

Receba periodicamente conteúdos sobre as tendências de mobilidade e do setor automóvel

Pin It on Pinterest